Frida Kahlo, quem foi essa mulher a frente do seu tempo?

Frida Kahlo, quem foi essa mulher a frente do seu tempo?

Fonte da imagem: https://www.fridakahlo.org/images/frida-photo.jpg

Provavelmente, você já ouviu a parte da música “Esquadros” da Adriana Calcanhoto que diz: “… Cores de Frida Kahlo, cores…” Pois bem, Frida Kahlo era feita de cores vibrantes, ousadas e vivas, pelo menos por fora. Frida Kahlo foi uma artista mexicana que nasceu Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderónna, na Cidade do México em 1.907. Mesmo com tantas cores, sua vida não foi tão colorida assim. Ela foi artista e feminista que lutou, sofreu, amou e que sempre valorizou a mulher, a cultura mexicana e indígena.

Fonte da imagem: https://www.fridakahlo.org/images/frida-photo.jpg

Frida ficou famosa por pintar seu autorretrato em várias de suas obras. Uma vez ela disse sobre seus autorretratos: “Eu pinto autorretratos porque estou sempre sozinha, porque sua a pessoa que conheço melhor”. A maioria de suas obras é de dor. A vida e ela estão representadas em suas pinturas, Sobre o significado de sua pintura, ela disse: “Eu nunca pinto sonho ou pesadelos. Pinto a minha própria realidade”.

Infância

Fonte da imagem: https://www.fridakahlo.org/images/photothumbs/frida-kahlo-aged-five.jpg

Em 1913, com seis anos, Frida contraiu poliomielite a primeira de uma série de doenças, acidentes, lesões e operações que sofreu ao longo da vida. A poliomielite deixou uma lesão no seu pé direito e teve que ficar de cama por nove meses. Essa doença causou sua perna direita e a comida ficou mais fina que a esquerda. Ela mancou depois de se recuperar da pólio. Ela passou a usar calças, usou saias longas exóticas para cobrir isso pelo resto de sua vida. Seu pai incentivou a fazer muitos esportes para ajuda-la a se recuperar. Ela jogou futebol, nadou e até lutou, o que era muito incomum nessa época para uma garota. Frida se sujeitou a trinta cirurgias no total.

O mais grave acidente e o início da pintura

Aos dezoito anos, no ano de 1.925, o trágico acidente acontece. O ônibus que ela viajava colidiu com um bonde e Frida ficou gravemente ferida. Um corrimão de aço entrou em seu quadril pegando sua pélvis. Sua espinha e pélvis ficaram fraturadas e esse acidente a deixou com grande dor fisicamente e fisiologicamente. Ela ficou gravemente ferida e teve que ficar por semanas hospitalizadas. Depois disso, ela voltou para casa e começou a usar um ferro por três meses que sustentava seu corpo inteiro (como na pintura acima). Para matar seu tempo, ela começou a pintar e terminou seu primeiro autorretrato no ano seguinte. Esse acidente causou uma fratura em sua pélvis.

Frida, seu grande amor e maior dor, Diego.

Fonte da imagem: https://www.fridakahlo.org/images/photothumbs/frida-and-diego-with-hat.jpg

Sobre Diego Frida disse: “Houve dois grandes acidentes em minha vida. Um era o caminho e outro era Diego. Diego de longe foi o pior”.
Em 1.928 os dois começaram a se relacionar. Diego Rivera foi um grande pintor mexicano. Apesar de sua mãe ser contra, Frida e Diego se casaram no ano seguinte. Durante seus primeiros anos de casada, Frida teve que se mudar muito com base no trabalho do marido. Em 1.930, eles moraram em São Francisco e depois para Nova York. Mais tarde, eles se mudaram para Detroit, enquanto Diego trabalhava para o Detroit Institute of Arts. Em 1.932, Frida acrescentou componente mais realista e surrealista em seu estilo de pintura. Na pintura intitulada Hospital Ford (1.932), Frida pintou em uma cama de hospital seu autorretrato nua cercada por algumas coisas flutuando ao redor que inclui um feto, uma flor, uma pélvis, um caracol, todos conectados por veias. Esta pintura foi uma expressão de seus sentimentos sobre seu segundo aborto espontâneo. É tão pessoal quanto seus autorretratos.

Frida, Diego, o casamento, amantes e a irmã.

O casamento dos dois sempre foi tumultuado. Ambos com o temperamento forte e com casos extraconjugais. Após se separar de Diego, Frida teve um caso com outra mulher. Kahlo era bissexual. Diego não se importava. Os dois voltam e Diego continua mantendo suas amantes. Porém, o pior acontece. Frida descobre que Diego mantinha um relacionamento com sua irmã mais nova, Cristina. Frida Kahlo ficou com tão triste com a traição de seu marido com sua própria irmã que cortou seu cabelo comprido para mostrar seu desespero pela traição.

A volta do casal e a fama de Frida

Mas logo Frida Kahlo e Diego Rivera se casam novamente em 1.940. O segundo casamento é quase que o primeiro. Eles continuaram mantendo suas casas separadas e relacionamentos extraconjugais. Ambos tinham relações com outras pessoas. Kahlo recebeu uma comissão do governo mexicano por cinco retratos de importantes mulheres mexicanas em 1.941, mas ela não conseguiu concluir seu trabalho. Ela perdeu seu amado pai e continuou a sofrer de problemas crônicos de saúde. Apesar de seus desafios pessoais, seu trabalhou continuou a crescer em popularidade e foi incluído em numerosas exposições da época.

Fonte da imagem: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/images/20060524-kahlo230.jpg

Seu estado de saúde piorou em 1.950. Naquele ano, ela foi diagnosticada com gangrena em seu pé direito. Ela ficou de cama por nove meses no hospital e fez várias cirurgias. Com a má condição física, ela também ficou profundamente deprimida e consequentemente, uma inclinação para o suicídio. Mas, apesar de seus problemas de saúde, ela manteve na ativa com o movimento público. Ela apareceu na manifestação contra a derrubada do presidente da Guatemala. Está foi sua última aparição pública. Cerca de uma semana após seu ter completado 47 anos. Frida Kahlo faleceu em sua amada Blue House. Morreu de embolia pulmonar, mas há especulações que dizem que ela cometeu suicídio.

Fonte do artigo: https://translate.google.com/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=https://www.fridakahlo.org/&prev=search

Matérias Relacionadas

Comentários

estatisticas